voltar à pagina inicial
 
 
RSS Facebook Twitter
   

Campanhas, Petições e Iniciativas


 

No mundo inteiro, milhares de pessoas mobilizam-se para construir um mundo melhor. Este é um espaço de cidadania, aberto a todos os que querem ter uma palavra a dizer sobre a forma como vivemos.

A sua participação pode fazer a diferença!

Campanhas internacionais:

 notjusttuna-action-nologo  Não se trata apenas de atum: é a vida dos oceanos e os Direitos Humanos que estão em causa

 A destruição inconsequente e a ganância definem a indústria do atum nos dias que correm. A maior parte do atum enlatado que vemos e adquirimos nos supermercados é pescado de formas que prejudicam a vida dos nossos oceanos e desrespeitam os pescadores.

A Thai Union Group, a maior empresa de atum do mundo está relacionada com abusos chocantes dos direitos humanos e do trabalho. Esta indústria / empresa continua a permitir práticas destrutivas que atraem, capturam e matam outras vidas marinhas, incluindo tartarugas e tubarões, enquanto levam à extinção algumas espécies de atum. Ao mesmo tempo, trabalhadores estão a ser explorados e forçados atrabalhar em embarcações durante meses ou anos seguidos.

Juntem-se à poderosa campanha global do Greenpeace para mudar o Thai Union Group através da alteração de práticas da pesca e certificar-se que a indústria do atum é justa, sustentável e segura para as gerações futuras. Vamos fazer a diferença nos oceanos do mundo inteiro! Assine aqui.

 

 e3c006b0-7436-42c2-aa6e-42fc09b07af5  Gestor de investimento quer fazer lucro da medicação para cancro e HIV

Daraprim é um medicamento com 62 anos que trata parasitoses que afetam milhões de pessoas no mundo inteiro e que são comuns nos pacientes com HIV e cancro. Martin Shkreli, o novo dono da Daraprim não é médico, mas um investidor que pretende aumentar o preço do medicamento em 5500%, passando de $13.50 por comprimido para $750 da noite para o dia. Vamos exigir-lhe que pare de explorar os doentes. Assine aqui.

 D  Acabar com a morte e sofrimento nas fronteiras europeias

Ajude-nos a proteger os refugiados e migrantes das políticas restritivas de asilo e migração na Europa.

Todos os anos milhões de pessoas em todo o mundo são forçadas a fugir devido a conflitos, perseguição e pobreza. Apenas uma pequena parte procura refúgio e melhores condições de vida na Europa que, ao longo dos anos, tem endurecido as suas leis e práticas de acolhimento de refugiados e migrantes.
Todos os anos centenas de pessoas morrem na perigosa travessia de barco para tentar chegar ao continente europeu. Incontáveis outros são escorraçados das fronteiras europeias ou ficam aprisionados em países vizinhos que não respeitam os seus direitos.

 Petição para assinar aqui.

 

transferir  

Make love, not scars

O tipo de dor experienciada que resulta do ataque com ácido é inimaginável. As vítimas enfrentam o trauma das consequências, tais como a destruição da pele, a perda de visão e audição, a exposição de ossos e cartilagens, infeções, perda de sensibilidade, amputações, excertos de pele e, acima de tudo, a dor de ter que viver o resto da vida com a desfiguração do rosto e membros.

Devemo-nos juntar para acabar com este crime de uma vez por todas. Vamos assinar a petição para banir a venda ao público de ácido. O lugar do ácido não é em casa, ou nas escolas ou hospitais. Há várias formas alternativas e mais seguras de limpar as casas e é tempo de exigir ao governo da Índia que não permita esta venda fácil, que acaba por constituir uma arma de crime passional muito comum naquele país. Petição para assinar aqui.

 

 

images Detox da Natureza

Em maio e junho deste ano, ativista do Greenpeace conduziram expedições a 8 das mais remotas áreas em 3 continentes. Recolheram amostras de água e neve e testaram a presença de compostos perfluorados (PFCs em inglês) que são utilizados pelas suas propriedades resistentes a manchas, óleos e água.

Os resultados: há compostos perfluorados por todo o lado, que persistem durante anos e põem em causa a saúde das futuras gerações, pela sua presença no ar, na água e no solo. A exposição a estes químicos causa problemas na reprodução, promove o crescimento de tumores e afeta o sistema hormonal.

Vamo-nos juntar ao movimento detox da natureza. Petição para assinar aqui.

 

 

16950_ruben_0_745x373_1_460x230 México: acabar com os ataques à liberdade de expressão

Rubén Espinosa, repórter fotográfico mexicano, acabou de ser encontrado morto, e seu corpo tinha marcas de tortura. Junto com ele estavam Nadia Vera, ativista de direitos humanos, e três outras mulheres. A liberdade de expressão está sob ataque em uma das mais antigas democracias da América Latina. Rubén é o 14º jornalista assassinado no estado sulista de Veracruz, cujo governador Javier Duarte tem feito ameaças abertas contra jornalistas.

Este caso, porém, levou milhares de pessoas às ruas e detonou uma bomba na imprensa nacional e internacional. Agora pessoas como o ator Gael García Bernal, o jornalista Caco Barcellos, o escritor John Green e centenas de outros jornalistas, escritores e artistas assinaram uma carta aberta, pedindo justiça para os jornalistas assassinados no México. Vamos assinar aqui e ajudar a dar visibilidade e pressão a esta causa.

 

 

6e421755-0eb3-4ce1-92e4-dc41d53e0fd1 Neonicotinóides fora do mercado

Os pesticidas usado na agricultura já não se limitam a dizimar colónias de abelhas, fundamentais, por exemplo, pelo papel que têm na reprodução das plantas, mas agora também aniquilam aves. Nas zonas de maior concentração de neonicotinóides, as populações de pássaros têm vindo a diminuir ano após ano. Isto significa que estas substâncias estão a subir na cadeia alimentar, pondo em causa a nossa saúde. Uma das grandes empresas que recorre a este químico é a Bayer. Vamos apelar para que seja retirado do mercado. Assine aqui.

 

 

 

poverty-is-sexist-petition-en A pobreza é sexista
A pobreza é sexista e não terminará enquanto não houver políticas que promovam o potencial de raparigas e mulheres. Nos contextos de pobreza ou de conflito, é sempre o sexo feminino o mais sacrificado. Vamos dizer aos líderes mundiais que, para acabar com a pobreza extrema, são necessárias políticas que permitam que as mulheres cumpram o seu potencial. Pela equidade: priorizar quem mais precisa. Petição para assinar aqui.

Páginas: 1 2 3 4 5 6 7 8 9 10

   
     
IPAD Fundação Calouste Gulbenkian Montepio Geral
 
Jogue aqui RSS Facebook Twitter Angola Moçambique Guine-Bissau Cabo Verde  S. Tomé e Príncipe Jovens Crianças